segunda-feira, 31 de março de 2014

UM FIM DE SEMANA EM GENEBRA E CHAMONIX

A viagem  a Genebra foi uma grata surpresa. Compramos as passagens meio no impulso há uns meses e confesso que não tínhamos muita expectativa. Já repararam que essas são as (ou uma das) melhores viagens?
Pois bem, saímos de Lisboa na sexta de manhã e retornamos na segunda a tarde. Tempo de sobra para dar um pulo em Chamonix e ver a neve, já que eu nunca tinha visto na vida! 
Vou contar tudo aqui:

No Le Jet D'eau - lago Landmark


Chegada e transporte: o aeroporto de Genebra é super perto da cidade, aliás, ele é dentro da cidade. Saindo no desembarque você já encontra uma máquina que oferece tickets free para turistas. Você tem 80 minutos para chegar no seu destino por meio do trem que te leva até a estação central (Gare Cornavin) e de lá você pega seu ônibus elétrico pro hotel. O ticket vale pra ele também. 
No hotel ganhamos um cartão que nos permitia usar o transporte público free durante nossa estada. Ninguém pede seu bilhete, mas é bom ter o cartão para apresentar caso isso ocorra. Você vai usar mesmo os ônibus elétricos que atendem os pontos principais da cidade.



Hotel: ficamos num apart chamado Starling Residence. Localização ok e tava com preço bom quando reservamos pelo Booking. 
Moeda: lá é franco suíço e não euro. Inclusive ele vale menos que o euro, mas prepara, pois o custo de Genebra é um dos mais pesados! Tô pra dizer que achei mais que Londres, apesar da rainha (libra) valer mais. 
Atrações: não é aquele batidão ponto turístico como as outras cidades, é um turismo mais low profile, o que também é bom. Achei legal fazer da cidade a própria atração, sabem como? 
O lago é o ponto mais famoso. Em frente tem o relógio de flores e em frente ao relógio tem a área das lojas ricas e famosas e das lojas possíveis para mim, tipo Zara e afins. Se você for pra outro lugar da Europa, deixe pra fazer compras lá, pois a Zara e H&M são mais caras do que nos outros lugares. Bom, tenho como referência Portugal, onde tudo é mais em conta, ok?




As lojas dos tradicionais chocolates também ficam nessa região. Escolha a sua e se esbalde sem medo de ser feliz!


O centro histórico: vá e se perca nele! Fica perto da igreja Saint Peter e é uma espécie de vilazinha. O legal é andar pelas ruelas e ir descobrindo o tanto de lugar fofo. Tem a casa onde Rousseau nasceu e vale sentar num café e ficar vendo o tempo passar. Ah! Nessa parte tem wi-fi de graça! Eeeeee! Dá-lhe insta nessa hora!





Musée Patek Philippe: na terra famosa pelo relógio não tem como não ir! Lá as fotos são proibidas, mas é encantador ver como a fábrica foi fundada e como os relógios eram feitos. Sem falar no acervo de 500 anos de história que tá lá exposto pra gente babar.
Pagamos 12 francos por pessoa no ingresso.



Musèe Genève: (o museu da Cruz Vermelha) Gente, foi um dos museus mais legais que já fui! Além do assunto ser interessante para quem estuda Direito, principalmente Direito
Internacional (eeeuuuuu!), o museu é todo moderno e interativo. A entrada custa 15 francos.
Fica perto da ONU e você pode pegar o ônibus n° 15 sentido Nations.








ONU: quando saímos daqui de Lisboa nos programamos para fazer a visita na segunda de manhã (veja os horários aqui), mas de última hora eles fecharam para visitantes, pois teria um evento. Essa é a parte chata de visitar esse tipo de lugar, mas enfim.
A escultura da Broken Chair fica em frente e simboliza as vítimas mutiladas por minas terrestres.


A ida a Chamonix: a gente tava perdido de informações, mas agora, quem quiser saber como chegar lá, vem comiiigooooo!
Pegamos um ônibus na Gare Routière e pagamos 34 francos por trecho. Ou seja, 50 euros ida e volta pra cada um. A viagem demora cerca de 1 hora e pouco e sai da estação às 8:30 e retorna às 16:45.
Por Chamonix já ser na França, lá quase não aceita franco suíço, portanto, leve euro ou cartão, mas lá tem máquina para tirar dinheiro.


Quem quiser se aventurar pode pegar o teleférico e ir até o topo do Mont Blanc e também esquiar. Eu passo! Morro de medo tanto de subir quanto de levar tombo! Sim, sou dessas!


Preferi curtir com o Love e ficar andando pelas ruas da cidade. Tem loja da Chanel lá e o melhor, com preços na vitrine! Hahaha! #alockapobre



 Muitos restaurantes. É só escolher um e se deliciar. 


É isso, gente! Foram dias muito legais e espero que o post ajude quem queira se aventurar por esses lados!
Ah! Uma última dica é na volta chegar com umas duas horas de antecedência do voo no aeroporto, pois na alta temporada de ski ele fica lotadooooo!

14 comentários:

Ju Buse disse...

Só uma informação, para Chamonix tb rola ir de trem e eu super recomendo. De bus tb dá para ir para Annecy, que fica na França e é tudo de bom!

andpizzazz.com disse...

Parece otimo! Vou eventualmente me programar! Agora neve eu passo, quase morri no reveillon esquiando! Credo. Meu negocio e praia e cerveja!

Bjs

Lívia Nascimento disse...

Olha Re, vc arrasa nos seus posts viu!! Já tem mais dois lugares que coloquei na minha lista para visitar.. rsrs...
Ano que vem me caso e a lua de mel na Europa vem aí. huahua... Roteiro é o que não falta né?!! Jesus, vou precisar de 1 mês inteiro...
Boa semana para vc!!!

Bjokas

Renata Nogueira disse...

Oi Ju, onde vc pegou o trem? Foi naquela estação central? Passa a dica, pois fomos pela indicação do moço do hotel, mas eu queria ter ido de trem! Bjs!!!

Vanderleav disse...

O bom que ao ler viajamos juntos com você,que venha a próxima viagem!

Carolina Romano disse...

Com preços na vitrine foi ótimo kkkkkk
bjs

Cris Pereira disse...

Adorei o post e todas as fotos, Rê! Me deu até vontade de conhecer Genebra! Como vc disse, é um passeio pra conhecer a cidade em si, alguns museus, sentir o astral, saber um pouco mais e ao vivo sobre um lugar do mundo civilizado.

Anônimo disse...

Que delicia ver esse post. Morei um ano e meio em Annecy (esta a uma hora em onibus) e costumava ir a Genebra. Para mim é uma cidade linda que me traz lindas lembranças. Um dia eu ainda vou trabalhar na ONU e morar por lá ;)

Anônimo disse...

Enganou-se, o franco suiço vale mais que o euro,o seu ticket comprova.Varia todos os dias mas hoje por ex. 1 franco corresponde a 0,8201€
Bj Raquel

Renata Nogueira disse...

Oi Raquel, se um franco vale 0,82 centavos de euro, em media, ele vale menos que um euro. Com a cotação de hj com 1 euro eu compraria tipo quase 1,20 francos suíços. De qualquer forma, obrigada! Bjs pra vc!

Renata Nogueira disse...

Anônima, se for trabalhar na ONU me leva junto?! Hahaha! Trabalharia lá rindo!!! Que bom que gostou do post! Bjs!

Mica Kodama - Segura o Picumã disse...

Fotos lindas! Ê viagem delícia! BJss

Lidu Hoogstrate Algo Mais disse...

Viajar é sempre tão bom, né Renata? Bom saber que vcs curtiram;)
Beijos!

Oficina Chic disse...

Q delícia de final de semana!
Bj, Gabi.

Quem sou eu:

Minha foto
Apaixonada por Chanel e por moda. Aqui falo um pouco de tudo que gosto. Sejam bem vindos! Contato: euamochanel@yahoo.com.br

No Twitter:

No Facebook:

No instagram:

@euamochanel

Arquivo do blog:

Pesquisar no blog:

Seguidores: